Readequação escola de cidadania na pandemia.

Em 08 de março de 2020 inauguramos o projeto “Escola de Cidadania” do Instituto  Macunaíma. Estavamos animados para dar inicio ao projeto de maior impacto social esperado por todos. Seriam 8 oficimas presenciais para atender a 400 crianças e adolescentes da comunidade Vila Cemig, Alto das Antenas, Liberdade e Esperança.

Uma semana depois veio a pandemia a com ela a suspensão de todas as atividades. Nos dedicamos a atender emergencialmente as famílias do território ( leia no post chuvas, pandemia e cidadania).

Ficamos algum tempo esperando as orientações dos órgãos com as diretrizes sanitárias e as recomedações de como proceder para manter o projeto funcinando, já quetodos os atendimentos seriam presenciais e em turma.  Eviamos ao CMDCA  (Conselho Municipal da Criança e do adolescente) de Belo Horizonteum projeto de readequação das atividades da Escola de Cidadania. Depois de reuniões, estudos e modificações, conseguimos aprovar o projeto.

Foram elaboradas cartilhas de conteúdo didático e divertido com jogos e passatempos para serem trabalhados pelas agentes monitoras que irão às casas das famílias selecionadas, desenvolver as atividades com as crianças e adolescentes do território

Assim, selecionamos e treinamos duas agentes, Simone e a Dayse, que moram no território para levar as cartilhas e desenvolver as atividades ao longo de 4 meses nas casas.

 

 

 

É uma forma de levar educação e cultura as famílias, fortalecendo vínculos e cuidando das crianças do território.
Você está participando? Conhece alguém da comunidade que está? Tem vontade? Conta pra gente!

Festival DDM barreiro 2020 – Música e colaboração nesta edição digital do evento

O nosso festival DDM Barreiro é realizado desde 2017 com um dia inteiro de atrações musicais em 03 palcos posicionados no Barreiro. Este ano pela necessidade de distanciamento social causado pela pandemia, o DDM foi realizado em formato digital. As performaces foram transmitidas ao vivo pelo canal do YouTube do Instituto Macunaíma.

O Estúdio Camará, no bairro Prado foi o palco de 25 artistas durate os dias 11,12,13, 19 e 20 de setembro de 2020. Foram 22 horas de transmissão ao vivo! Toda a estrutura foi locada e preparada de acordo com as regras sanitárias de enfrentamento da pandemia de Covid-19. Nenhum caso foi relatado antes, durante e depois de 15 dias de término do festival

Passaram pelo evento 25 artistas entre bandas de rock, artistas da MPB e samba, MCs,  DJs, grupos de RAP Hip-Hop, todos com trabalhos independentes e autorais. Os artistas ganharam cachê pelas apresentações e concorreram mais um prêmio em dinheiro que seria dado a quem tivesse maior número de espectadores online na hora do show.

O público também foi presenteado com brindes e mimos dos apoiadores do evento através de sorteios em todas as apresentações.

Para os artistas foi uma experiência única, muitos deles nunca haviam contado com uma estrutura tão boa e uma equipe de profissionais de alto nível para deixar suas performances com cara de uma apresentação cinematográfica.

Recebemos elegios não só quanto a parte técnica mas também pelo cuidado e a valorização de cada artista presente. Todos os artistas tiveram acesso ao registro em vídeo de sua performance na íntegra para adicionar ao portfólio.

Para nós do Instituto Macunaíma foi um evento inovador e muito colaborativo. Nos conectamos com as marcas que patrocinaram e apoiaram o evento com a missão de levar seu nome a uma iniciativa cultural genuína e inovadora, conectando com um público que recebeu com entusiasmo e carinho todos os shows transmitidos pelo evento.

 

Lembrando que o DDM (dia da música) Barreiro é um projeto aprovado no edital 2017 oriundo da política de fomento a cultura municipal na Lei 11010/2016.

Agradecemos ao nosso patrocindor do evento MGS soluções em serviços e os apoiadores: UNE Internet, Viaduti das Artes, Cervejaria Capa Preta, Xeque Mate bebidas, Tradicional Limonada, JD Skate Shop e Tribo Primata  pela força em nome de todos os artistas, realizadores e técnicos e principalmente a comunidade que teve seus artistas representados no palco do evento.

Formação em gestão para o terceiro setor da Fundação Salvador Arena (FSA)

O instituto Macunaíma foi contemplado com o curso de formação em gestão para o terceiro setor da Fundação Salvador Arena (FSA) que é referência no fomento, análise e educação voltado para o terceiro setor.

Ao curso durou de março a agosto de 2020 e foi feito em EAD por causa da pandemia. Foram abordados todos os aspectos que constituem o funcionamento de uma OSC (organização da sociedade civil) desde o seu estatuto, a parte gerencial, relacionamento e impacto social.

A metodologia da FSA utilzou uma ferramenta chamada teoria da mudança que dá um diagnóstico preciso da situação da instituição e propõe alternativas para mudar os rumos.

Como resultado do curso, escrevemos um artigo  que tem o título ” A reestruturação do Instituto Macunaíma pelo
Branding e Teoria da Mudança”. Este artigo levanta um diagnóstico da atuação e da imagem do Instituto Macunaíma até o presente e revelou a necessidade de uma reestruração para que continuemos servindo a nossa causa.

Deste modo, estamos trabalhando em um planejamento estratégico para o ano de 2021 com mudanças e melhorias. Queremos ampliar nossa rede de apoaidores facilitado a contribuição seja ela financeira ou voluntária,  aumentar o número de beneficiados, fazer projetos mais sólidos, ações mais relevantes e eventos  que fomentem a cultura da nossa região promovendo a arte e a inclusão social.

Temos um longo caminho para percorrer. Esperamos que você nos acompanhe e nos apoie nessa caminhada.

Atenciosamente,

Luiz Cláudio Dias

IMC

 

× Como posso te ajudar?